Ao se formalizar como MEI o microempreendedor individual passa a ter cobertura previdenciária para si e seus dependentes, ou seja, você se tornará um contribuinte do INSS e, como tal, tem acesso a diversos direitos, como por exemplo, aposentadoria por idade ou por invalidez.

Uma segurança para o futuro de quem está nessa categoria.



Cada benefício tem um período de contribuição, conhecido como carência. Assim que completo o número necessário de guias DAS pagas, o empreendedor pode solicitar o auxílio-doença ou tirar licença-maternidade e receber a remuneração durante esse período. Além disso, os familiares podem requerer benefício de pensão por morte e auxílio reclusão, se necessário.



Para obter o benefício previdenciário, além da carência, é necessário que você mantenha o pagamento dos seus DAS mensais sempre em dias.
Importante: Para obter o benefício é preciso pagar regularmente as contribuições mensais do MEI por um período mínimo, exemplo salário maternidade " 10 meses" , a carência passa a contar a partir da primeira parcela paga em dia, ou seja: ainda que as nove foram pagas em atraso, não terá direito ao benefício.

Você consegue realizar o pagamento dos seus boletos DAS diretamente pelo app MaisMei

É só selecionar ano e o mês desejado, clicar no botão "DAS" e efetuar o pagamento no seu banco de preferência.
Este artigo foi útil?
Cancelar
Obrigado!